ST07 - FESTEIROS E DEVOTOS: HISTÓRIAS SINGULARES COM SIGNIFICADOS PLURAIS

Profa. Dra. Edianne dos Santos Nobre - UPE

Prof. Dr. Mário Ribeiro dos Santos - UPE


As festas e expressões culturais populares constituem férteis campos de análise das experiências religiosas nas mais diversas temporalidades e lugares. As diferentes formas de comunicação com o sagrado, sobretudo cristãs e afro-brasileiras, vivenciadas nos diversos contextos das celebrações no Brasil serão o foco desse simpósio, que entre outros objetivos busca reunir estudantes e pesquisadores que enxerguem no interior dessas experiências individuais e coletivas uma pluralidade de abordagens instrumentalizadas por diferentes concepções teórico-metodológicas. Partindo dessa premissa e nos espelhando na atual conjuntura na qual estamos imersos, discutir sobre festas e religiosidades dentro da universidade é uma oportunidade para problematizar o próprio papel do curso de História na sociedade, as interfaces com a educação, a ampliação dos currículos escolares, a atualização das práticas de ensino, a contextualização dos conteúdos, entre outras mudanças voltadas para a valorização dos diferentes saberes e práticas. Será que já paramos para analisar quantos alunos, técnicos e professores integram grupos ou tem entre seus familiares, alguém que participa ou já participou de alguma manifestação festiva com estreito vínculo religioso? Este foi um dos pontos de partida para pensarmos esse simpósio, que reunirá estudantes interessados em problematizar,   entre outras questões, o lugar social dos populares nas diversas celebrações e expressões culturais, a ocupação dos espaços públicos, as relações com os poderes públicos instituídos, a reconfiguração das programações festivas oficiais, as políticas públicas de incentivo, as ações de salvaguarda, entre outros temas que nos levam a refletir sobre relações de poder, intolerância religiosa, identidade, memória, ancestralidade, patrimônio cultural, educação, entre outras abordagens que multiplicam os sentidos das festas e religiosidades como objeto de estudo da História.


Comunicações aprovadas

Dia 19/04 - Sala IH09 do IFCH - Andar superior do Prédio de Salas de Aula - 14:00

1) "As festas religiosas e o lugar das identidades em Espírito Santo do Pinhal/SP: apropriação, reinvenção e espetacularização" - Renata Maria Tamaso - UNESP Assis

2) "Patrimônio é festa: os bens culturais mineiros sob nova perspectiva" - Adalberto Andrade Mateus - IEPHA / MG/ Guilherme Eugênio Moreira - UFMG

3) "Axé e resistência na terra do Padre Cícero: uma análise acerca da caminhada contra a intolerância religiosa e os povos de terreiro em Juazeiro do Norte, CE" - Marcela Melo de Carvalho - UNILEÃO

4) "Negra Devoção - Leitura da cosmologia Bantu "escrita com a luz" nas festas de N. Sra. do Rosário e de São Benedito" - Marco Antonio Fontes de Sá - PUC São Paulo

5) "Seguindo as coisas: estandartes de folias de reis em Campestre (MG)" - Mariana de Carvalho Iléo - UNICAMP

6) "A festa da Cabocla: Uma análise sobre a celebração da festa da cabocla Dona Jandira no templo de Candomblé Ilé Asé Iyá Ogunté no Pará" - Yasmin Estrela - UNAMA

7) "A Jurema Sagrada e suas interfaces com a brincadeira dos Ursos no Carnaval do Recife (1980-2001)" - Mário Ribeiro dos Santos - UPE

8) "'Dar de comer ao santo': Festa e devoção afro-brasileiras sob o olhar de Nina Rodrigues" - Vanda Fortuna Serafim - DHI/PPH/UEM


Dia 20/04 - Sala 12B do IFCH - Prédio da Pós-Graduação - 09:00

1) "A Procissão de Cinzas como componente das práticas religiosas da Ordem Terceira de São Francisco de Assis de Ouro Preto." - Milena Frigi Nunes - UFV

2) "Do palco para o congá: a presença de Clara Nunes como orixá em um terreiro de Umbanda" - Raquel Turetti Scotton - UFJF

3) "A Lavação das Escadarias da Igreja do Rosário em Curitiba: hibridismo religioso e estratégias de criação e manutenção da identidade Negra em Curitiba no século XXI (2009-2015)" - Andresa Pereira Serpejante - UEPG 

4) "Entre religiosidade, emoção e gênero: a crença em Dona Nilda Benzedeira e sua festa de São Cosme e Damião em Matinhos/PR (1992-2016)" - Aline Suzana Camargo da Silva Cruz - UFPR / CAPES

5) "Pesquisa de Campo: Algumas considerações sobre metodologia no Hallel de Maringá-PR" - Mariane Rosa Emerenciano da Silva - UEM / CNPq